dezembro 06, 2016

A Luz da vontade de Deus: tempo aberto para a colheita - Natal de Amor fraternal! Corajoso 2017! - Transicionando Luz

.

A Luz da vontade de Deus.
 | Tempo aberto para a colheita |
Natal de Amor fraternal! Corajoso 2017!

Transicionando Luz
.

.
Que as miudezas de Deus pelo caminho abstraia nossos sentidos e tudo mais vire doce e flor. Merecemos esta alquimia para que nada lá fora nos aparte da nossa criança aqui dentro... pois ao final, só ela vence qualquer mal.
De sinergias múltiplas e multidimensionais se compõe o universo. Inclusive o nosso próprio, externo e interno.

Crer é para corações. Nem tudo é consenso. A verdade quase nunca é o óbvio.
Preferível encarar a Luz da vontade de Deus a permanecer nas trevas da limitada compreensão. Aprendiz de fé sabe desde muito cedo que nada ou ninguém pode mais que Deus. "Senhor, que se cumpra a Vossa vontade". Assim, desbravamos o presente e alcançamos o futuro nessa certa interação. Antes a "mão de Deus" a nos segurar que os atalhos enganosos do caminho a nos atrasar. No cuidado de Deus somos sempre vitoriosos, ainda que as circunstâncias apontem o contrário. Neste mundo de enganosas ilusões, só a poderosa bússola da fé para nortear as escolhas de cada dia.
A vontade daquele que não perdoa é nula perante as Leis divinas. À partir do perdão é que a vontade de Deus atua em nós.
Sim, Deus nos perdoa sempre! É algo absolutamente intrínseco e de natureza muito superior à nossa limitada compreensão. Contudo, pedir perdão é só o primeiro passo. O arrependimento desencadeia o processo de auto cura, de reajuste. Mas o fato de obtermos a misericórdia divina não nos isenta da responsabilidade e do dever de reparação. É preciso primeiro superar o dano causado através das AÇÕES para com os semelhantes. Além da intenção sincera, é necessário humildade ao merecer o recomeço, para alcançar a total liberação das energias negativas envolvidas, e sobretudo, para o auto perdão. Somente depois de olharmos para dentro, para baixo e para os lados é que atingiremos o alvo mais elevado que é Deus.
Reprogramando a mente, eliminando palavras de negação, dúvida e bloqueio como: nada - difícil - complicado - nunca - jamais - ódio - raiva - caos - ruim, e afins. Poder é receber de volta tudo que se emite de positivo. É da Lei - do cosmos.
Aquele que realmente está bem consigo mesmo, se compensa mais no bem viver o seu próprio bem estar do que em exibi-lo. Quem mais busca aprovação de fora geralmente, pouco ou nada se compensa por dentro. Aparência pode até impressionar, mas não é garantia de nada. Quantos dos nossos semelhantes se pode afirmar com segurança que conhecemos além daquilo que eles próprios escolhem por se deixar conhecer?
Acaso pensas que o acaso está incluso nas permissões do Altíssimo que tudo perscruta e sonda? Vives então, um caso com o equívoco. Fatalidade? Quando Deus abençoa algo, até o mal, ao final, contribuirá para a redundância do êxito. Ações em cadeia que por fim deverão, de uma ou outra forma gerar o bem. Deus é justiça plena e infalível. Limitações, ambiguidades e ignorâncias são humanas, jamais divinas. Merecemos, isto sim, infinitas misericórdias. A do recomeço - um novo corpo (reencarnação), uma nova história, uma nova oportunidade de redenção -, por exemplo, apesar dos nossos reincidentes desenganos, é só uma delas - das misericórdias.

Cristo Jesus no presépio humilde nasceu em nossos corações. Jesus renasce conosco a cada Natal. Significado sim. Real também! Egrégora de Luz que saneia e revigora a Terra inteira. Jesus é o aniversariante mais presente, até mesmo quando não é homenageado e ainda sem ter nascido na data em que é mais lembrado. Nada disso importa... O Cristo está em tudo, habita cada célula de vida, pois é a Luz que as sustenta. Ao menos nesses dias, deveríamos nos dedicar a senti-Lo mais intensamente. Iluminar Sua morada em nós, em nosso coração. O elo e significado maior de nossa existência: o amor que Ele - Jesus - nos confiou.
O mais prudente é que não se perca de vista a dimensão da onipresença de Deus. Assim, correremos menos riscos de nos perdermos pelo caminho... De nos perdermos de nós mesmos.
Que o poder da fé nos restaure para a paz. Adelante e avante! A ordem da vida é prosseguir... Sem porquês.

Não há nada na vida com o que não se possa lidar. Consequências impulsionam escolhas e capacitam sempre.
Sejamos menos reativos e mais PROATIVOS, em nosso favor e por toda a Terra habitada.
.
Natal em Amor fraternal! 
Corajoso *2017!  

* [Ano Novo sob a regência do planeta Saturno o "senhor do carma" e do tempo; início de um ciclo de 36 anos à frente. Tempos de maior responsabilidade, ética e, principalmente, de COLHEITAS. Momento favorável para a ação da Justiça Divina - 2017 entra com Saturno no signo de Sagitário]
.
.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feeds transicionando