maio 01, 2011

Amor como linguagem - Adenáuer Novaes



Amor como linguagem
.
 .
O amor expressa em si uma forma de comunicação específica.
A linguagem do amor é universal.
Quem dela se utiliza nunca estará sozinho.
Quem ama se comunica com a Natureza, com o Universo e com Deus
Se na sua fala você colocar o amor, ela será audível a todos e por muito tempo.
Este foi um dos motivos por que o Cristo conseguiu, sem nada escrever, que sua voz ecoasse até hoje.
Antes de falar, deve-se sintonizar com o amor, pois o que se quer dizer sairá com a vibração da harmonia cativante.
Os pensamentos, quando elaborados com os requisitos do amor, alcançam as correntes superiores da vida.
Quem ama, pensa e fala com coerência e harmonia.
Cada ser expressa em linguagem própria o que lhe vem à mente de tal forma que sua fala denota a vibração que lhe é característica.
Quando nos utilizamos da linguagem do amor, nossa expressão se transforma em luz. Nossa fala transforma-se em fonte por onde jorra a linfa que produz a vida.
A linguagem do amor dispensa outras formas de expressão.
Quem a usa entende e é entendido, dispensando outros recursos de comunicação.
A ligação ocorre de alma a alma, de espírito a espírito.
A Vida abre suas portas para aquele que fala a linguagem do amor.
Os problemas são resolvidos por força da atração exercida pela comunicação do amor.
A fala com amor contagia o ambiente onde é proferida.
Para se falar a linguagem do amor é necessária iniciar-se pela substituição de expressões infelizes e desagradáveis no trato com o outro.
O bem falar sucede ao bem pensar e este vem da consciência reta fundamentada na paz.
A linguagem vulgar, quando associada a emoções negativas, deseduca o espírito.
O amor também se expressa pela música, pela arte em geral.
A vibração da música carrega notas de amor.
A música é a linguagem da alma que busca expressar seu amor.
O amor é uma meta linguagem.
Transcende o humano, espiritualizando-o.
Sua captação não se dá pelos órgãos dos sentidos, mas pelos fios invisíveis da alma.
Nas expressões maternais, nas atitudes fraternais, nos gestos de compreensão e calor humano, observa-se a linguagem do amor permeando todas as formas de relação entre as criaturas.
A natureza, nas suas múltiplas manifestações, revela a linguagem do amor através de seu equilíbrio e harmonia.
Nela o Criador colocou Sua marca fazendo-a refletir a linguagem do amor.
O espectro de energia conhecido pela ciência não expressa todas as vibrações da natureza da mesma forma que o ser humano na Terra não conhece todas as formas de linguagem.
O amor é a mais sutil linguagem da alma.
De todas as formas de comunicação, o amor é a mais penetrante e envolvente.
A barreira do idioma entre os países é vencida pela linguagem do amor.
Ninguém que a utilize deixará de se comunicar.
A linguagem do amor é a expressão maior da comunicação do espírito.
Vem da essência da alma e penetra os mais recônditos escaninhos da mente.
Os processos psíquicos são facilitados pela linguagem do amor.
Cada ser revela uma linguagem própria oriunda do inconsciente.
A linguagem do inconsciente revela o nível de evolução da criatura.
Quanto mais amor dele sair, mais elevada é a alma.
O amor maternal é uma das expressões do amor de Deus na Terra.
Ele se torna uma nova linguagem quando propicia a educação e emancipação dos filhos.
O amor muitas vezes utiliza-se da linguagem do silêncio para se expressar.
Experimente ouvi-la com o coração.
Algo de novo acontecerá com você, motivando-o para a realização interior.
Quem ama nunca estará só, pois seu amor encontrará ressonância em outros corações.
A linguagem do amor tem o dom de fazer o que se diz ou se escreve ser mais bonito do que é possível traduzir.

.
*Jesus nos ensinou a linguagem do amor através do Sermão do Monte.
 .
Adenáuer Novaes
 .
Fonte: http://portalarcoiris.ning.com/
Abril/2011
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas e anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feeds transicionando