maio 21, 2011

Wagner Borges - O amor maior está aí... Perte I

.


O amor maior está aí...
Wagner Borges
.
.
Passam as vidas, passam as eras, no entanto, Jesus continua firme, guiando os rumos da humanidade.
Por vezes, a vida na Terra parece um caos. Contudo, isso é só aparência transitória, pois há um controle total por trás das situações.
As pessoas dizem que a vida piorou, e que há muitos crimes acontecendo por aí...
Sabemos que o sofrimento é real, mas sabemos, também, que Jesus e outros luminares siderais estão agindo.
As notícias e os fatos são tristes, mas há um Amor Maior, Onipresente e Interpenetrante, agindo nos bastidores dos corações humanos.
Quem trabalha no Bem tem que ser otimista por natureza. E há vários motivos para isso: se há sangue jorrando, também há anjos cantando; se há desordem e injustiça na Terra, elevem os olhos ao Espaço e lembrem-se de Jesus (e relembrem-se de que todos são imortais).
O sangue jorra por aí, mas ninguém morre, pois a alma não sangra nunca.

Na verdade, a alma não nasce nem morre. Ela só entra e sai dos corpos durante os ciclos evolutivos, que regulam o desenvolvimento das consciências em todos os lugares do Cosmo.
As boas pessoas não podem entrar no ritmo da violência alucinante e nem na dança inconsequente das fofocas e discussões funestas. Vibrem PAZ, LUZ e AMOR na alma, mesmo que tudo pareça difícil e sem solução.
Na vida, há situações cármicas - que vão e vêm -, sempre sob o controle preciso dos Engenheiros Siderais que regulam o desenvolvimento das várias humanidades que moram nos diversos orbes espalhados pela vastidão sideral...
A Terra é um planeta bem pequeno no contexto evolutivo do Universo, e a problemática humana nada significa para outras raças que são luz pura.
Enquanto os terrícolas comentam sobre o sangue derramado pela inconsequência humana, há seres de luz pura convidando as pessoas a se juntarem a eles nos conclaves siderais que decidem a evolução dos seres.
Enquanto a dor acicata os homens terrestres, há seres de pura luz vibrando, invisivelmente, PAZ, AMOR e LUMINESCÊNCIAS INDESCRITÍVEIS.

Em planetas acicatados pela dor da violência, seres como Jesus, Krishna, Gautama, Láo-Tzé, Hermes Trismegisto, Ramakrishna, e outros, são esteios espirituais que canalizam O AMOR MAIOR QUE GOVERNA A EXISTÊNCIA para os lugares mais pobres do Universo.
Há planetas mais avançados e mais atrasados do que a Terra. Contudo, o habitante terrícola já ultrapassou todos os limites da tolerância evolutiva de uma raça simples. É por isso que a dor o persegue sem tréguas.
Novamente advertimos: pensem sempre em Jesus, em Krishna, e em outros luminares espirituais. Não compactuem com a leviandade e com a hipocrisia. Não olhem a violência com olhos de terror, olhem-na com olhos honestos de compaixão.
Não comentem sobre o infortúnio dos outros, não as palpites na tragédia alheia. Tenham responsabilidade e grau de consciência.
Não deixem a língua inconsequente comandar sua mente. Não deixem o desequilíbrio domar seu coração. Não dêem vazão à infelicidade.
Trabalhem direito na vida. Aproveitem as chances que a vida dá e funcionem corretamente. Se há violência e sangue jorrando na televisão, também há gente invisível trabalhando além da morte.
Há tragédias acontecendo agora mesmo, em vários lugares; no entanto, há boa música aparecendo, para estimular a alma a vencer as provas do caminho.
Resumindo: Jesus está trabalhando!
Por favor, não se esqueçam disso. Não deixem a maldade humana afastar seus corações dos bons princípios.
Paz e Luz.

Ramatís e André Luiz

(Recebido espiritualmente por Wagner Borges - Texto extraído do livro "Viagem Espiritual - Vol. 3" - Editora Universalista - 1998)
Fonte: http://www.stum.com.br (21/05/2011)

- Nota de Wagner Borges: recebi este texto no quadro de aula, durante uma palestra com cerca de 170 pessoas, no IPPB, em São Paulo. Logo depois, um dos espíritos da Companhia do Amor* complementou esses escritos com o seguinte:
"As vidas passam, as eras se sucedem, mas uma coisa nunca muda: em alguma época, o Amor Maior capturará os seus corações e os encantará com a doce presença de uma Paz tão grande, que nem vocês mesmos acreditarão que um dia viveram e falaram de violência, em um planeta atrasado, lá nos confins da Via Láctea."

- Nota do Texto:
* A Companhia do Amor é um grupo de cronistas, poetas e escritores brasileiros desencarnados que me passam textos e mensagens espirituais há vários anos. Em sua grande maioria, são poetas e muito bem humorados. Segundo eles, os seus escritos são para mostrar que os espíritos não são nuvenzinhas ou luzinhas piscando em um plano espiritual inefável. Eles querem mostrar que continuam sendo pessoas comuns, apenas vivendo em outros planos, sem carregar o corpo denso. Querem que as pessoas encarnadas saibam que não existe apenas vida após a morte, mas, também, muita alegria e amor. Os seus textos são simples e diretos, buscando o coração do leitor.
Para mais detalhes sobre o trabalho dessa turma maravilhosa, ver os livros "Companhia do Amor - A Turma dos Poetas em Flor - Volumes 1 e 2" - Edição independente - Wagner Borges, e sua coluna no site do IPPB (que é uma das seções mais visitadas no site): www.ippb.org.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas e anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feeds transicionando