maio 31, 2011

Ilusões: Elisabeth Cavalcante - STUM




Ilusões
Elisabeth Cavalcante
.

.
Seguimos apegando-nos a muitas ilusões. Elas são confortáveis, é verdade, nos ajudam a sentir momentaneamente seguros. Mas, infelizmente, não possuem consistência suficiente para fazer-nos felizes.
Somente a verdade tem este poder e esta, por mais que tentemos nos enganar, é uma só: a vida é impermanência. Tudo o que possuimos desaparecerá um dia, inclusive, nosso próprio corpo.
Ao invés de fazer desta realidade um motivo de angústia e sofrimento, podemos utilizá-la como uma motivação para não desperdiçar nossa existência com questões menores, como se tivéssemos todo o tempo do mundo para alcançar a felicidade.
Quanto mais adiarmos a decisão de assumir as rédeas de nossa vida, maiores serão as chances de que a desperdicemos sem sequer ter um vislumbre da paz e do êxtase que tanto buscamos.
De nada adianta jogar para o futuro a decisão de viver de modo consciente, pois ele é apenas uma possibilidade que pode jamais chegar. Viver em plenitude, agora, é a melhor escolha que podemos fazer.
Libertar-se do medo e do sentimento de incapacidade é o primeiro passo para que possamos chegar ao final de nossa trajetória com a certeza de que aproveitamos todas as oportunidades. O sentimento de ter vivido plenamente cada instante é o maior prêmio que podemos receber da existência quando ela terminar.

" ...Na verdade, minha ênfase contínua de que existe uma possibilidade de que todo o mundo seja destruído é para ajudar você a viver intensamente agora - porque pode não haver qualquer amanhã.
Você está em uma posição muito especial na história da humanidade. As pessoas sempre tiveram tempo para adiar - você não tem. Sua situação é única. Use-a não para se preocupar, porque isso não vai impedir o mundo de acabar. Use o tempo que resta para viver tão profundamente que dez anos se tornem quase equivalente a cem anos...
...Há duas maneiras de viver... Uma delas é o caminho do búfalo - ele vive na horizontal, em uma única linha. A outra forma é a de um Buda. Ele vive na vertical, em altura e em profundidade. Então cada momento pode se tornar uma eternidade. E a menos que você tenha aprendido a arte de transformar cada momento numa eternidade, você não tem estado comigo- você me perdeu.
O mundo pode acabar, pode não acabar -não é minha preocupação. Mas eu vou continuar insistindo que ele vai acabar, pela simples razão: para acordá-lo. Não desperdice seu tempo em coisas triviais - mas viva, cante, dance, ame totalmente e com todo o florescimento que você for capaz, sem medos e você não vai se preocupar com o que vai acontecer amanhã. Hoje é o suficiente por si só. Viver é tão completo: não deixa espaço para pensar em outra coisa. Não vivendo, as preocupações vêm, os medos vêm.
Não sou só eu quem está enfatizando o fato de que o mundo está chegando ao fim. É apenas uma coincidência que, paralelamente à minha insistência sobre ele, a situação mundial é muito favorável ao que estou dizendo. Mas Jesus Cristo, dois mil anos antes, estava dizendo a mesma coisa, a Gautama Buda, 25 séculos antes, dizia a mesma coisa.
É um velho dispositivo para acordá-lo. A menos que você saiba que sua casa está pegando fogo, você não vai ficar sem ela. Jesus e Gautama Buda estavam usando-o como um dispositivo, sem nenhuma realidade correspondente.
Também estou usando-o como um dispositivo, mas não é apenas um dispositivo. Pela primeira vez, o mundo está realmente em posição de cometer um suicídio global. Se Buda Gautama conseguiu fazer duas dúzias de pessoas esclarecidas, então deve ser muito fácil para mim fazer pelo menos duas centenas de pessoas esclarecidas - muito fácil, porque o seu dispositivo foi apenas fictício. Meu dispositivo não é fictício, é uma realidade. A realidade está apoiando o meu dispositivo com totalidade.
.. E se a humanidade inteira me escutar, talvez o mundo possa não acabar, talvez possamos continuar... O velho pode morrer e um homem totalmente novo, com novos valores, possa surgir para substituí-lo".
 .
OSHO - O Futuro de Ouro
.

Elisabeth Cavalcante
.
Créditos:  Clique aqui
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas e anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feeds transicionando