agosto 04, 2011

Tenha prazer em compartilhar a alegria - Mestre Hsing Yün

.

 Tenha prazer em compartilhar a alegria
Mestre Hsing Yün
.
.
"Para ter êxito neste mundo, deve-se cultivar a importante virtude de ser feliz quando outros fazem o que não se pode fazer sozinho"
..
Compartilhar a alegria não é somente uma virtude, mas também uma experiência deliciosa. Ter prazer em dividir alegria é apoiar voluntariosamente aqueles que são compassivos na ajuda aos necessitados. É fazer elogios verdadeiros àqueles que se dedicam às mais elevadas realizações na vida. Se quisermos ter êxito neste mundo, devemos cultivar a importante virtude de nos sentir felizes quando os outros fazem o que não podemos fazer sozinhos. Buda disse: “Se realmente não houvesse diferença entre o ‘eu’ e o ‘outro’, não haveria discriminação entre os méritos alcançados por meio de boas ações”.
Infelizmente, na sociedade atual, há muitas pessoas que se alegram com a desgraça alheia. Em vez de praticar a virtude da alegria compartilhada, preferem criticar desmedidamente e espalhar calúnias infundadas. Em vez de louvar a caridade dos demais, fazem comentários sarcásticos, como: “isso não passa de uma gota d’água no oceano”, ou “é só um ato de ostentação”. É muito triste ver que a sociedade em geral tenha se tornado tão carente de sentimentos cordiais. Não é de surpreender que haja tão poucas pessoas virtuosas e atos virtuosos ainda em menor número.
Algo definitivamente não deu certo nessa nossa sociedade, em que a maioria de nossos companheiros humanos carecem de natureza boa e afável. Em lugar de esperar por um futuro melhor, parece que todos se contentam em aguardar o dia do juízo final, quando tudo neste mundo será reduzido a nada. Por que as pessoas se perdem em invejoso sarcasmo e difamação infundada? Queremos de fato ver o fim da civilização ou o fim da nossa espécie?

Felicidade em lugar da inveja
O que temos de fazer é cultivar e praticar a virtude da alegria compartilhada, encorajar e exaltar os outros sempre que possível. Em lugar de sentir ciúme ou inveja, deveríamos nos sentir felizes pelos outros quando encontram boa fortuna. Em vez de pena, deveríamos sentir compaixão e solidariedade em relação àqueles que são menos afortunados. Ao invés de criticar, deveríamos elogiar as atitudes dos outros, por mais triviais que sejam.
Se realmente queremos melhorar nosso país e nossa sociedade, é imperativo que alimentemos a virtude da alegria compartilhada. Deveríamos nos dispor a dar nosso voto a candidatos políticos que fossem dedicados a servir o povo. Deveríamos nos sentir felizes em contribuir com os que se devotam a ajudar os necessitados. Onde quer que haja necessidade de voluntários, deveríamos aplicar todos os nossos esforços no objetivo comum. Onde quer que haja boas ações, deveríamos desinteressadamente promovê-las de forma a obter resultados de maior alcance.
Uma vez que o mundo da alegria compartilhada é um lugar delicioso de se estar, deveríamos nos esforçar para desenvolver o hábito de elogiar, de fazer boas ações e apoiar causas meritórias. Se todos na sociedade puderem ser cordiais e amáveis, isso criará uma atmosfera de grande paz, harmonia e felicidade para todos os povos do mundo.

.
Autoria: Venerável Mestre Hsing Yün (48º patriarca do budismo chinês da escola Ch’an. Fundador do Monastério Fo Guang Shan, em Taiwan, e do Templo Zu Lai, em Cotia (SP), entre outros ao redor do mundo.)
Fonte:  http://www.nippobrasil.com.br/2.budismo/385.shtml
Créditos:   Portal Arco Íris Centro de Cura Cósmica   (03/08/2011)
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas e anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feeds transicionando