setembro 16, 2011

Wagner Borges - Eles vivem

 .

Eles vivem   
(Parte IV)
Wagner Borges
.
.
Eles vivem, sim!
Não podemos percebê-los pelos cinco sentidos convencionais, pois eles moram em planos extrafísicos. Mas eles sabem que tudo no universo é questão de sintonia.
Ah, eles estão ligados a nós, não por ego, mas, por Amor.
E de seus domicílios extrafísicos velam por nós.
Eles vivem... Desde sempre.
Não nasceram nem morreram, só entraram e saíram dos corpos perecíveis.
Nenhum deles está em cemitério algum!
Mas eles gostam muito de flores, pois veem nelas o Poder da Vida se manifestando - o mesmo Poder Vital que pulsa em seus corações -, e que também está em nossos corações.
Sim, eles gostam de flores, não por saudade doentia, mas, por verem a Vida desabrochando... E eles também gostam de boa música. Talvez porque escutem a
canção das esferas astrais e reverenciem a plenitude da Vida em todos os planos.
Eles vivem e sabem que há um tempo para tudo, no Céu e na Terra... Sabem que o Amor é maior do que tudo!
Sim, eles não nos esqueceram, e velam por nós. E, quando podem, vêm nos visitar, mesmo sabendo que suas presenças serão invisíveis para nós.
Mas eles não ligam para isso, porque vale mais a sintonia que encontram em nossos corações, o resultado real do que somos, em essência espiritual.
Sim, é verdade; às vezes, eles nos visitam sutilmente... E sussurram, aos nossos sentidos astrais aquelas inspirações benfeitoras e positivas.
E, assim, nos exortam sobre o valor da Vida e a consecução de atitudes sadias no seio das vivências humanas e espirituais.
Ah, eles vivem, sim; e, secretamente, tocam os nossos melhores propósitos.
Então, nós nos encontramos na sintonia de nossos corações... E, no lugar da saudade, eles deixam toques de Luz em nossas auras.
E fazem isso por Amor, jamais por apego, porque em seus olhos brilha a chama do Eterno... O mesmo Eterno que eles veem em nossos olhos.
Ah, esse Eterno, neles, em nós e em todos os seres.
Sim, eles vivem, e não são fantasmas coisa nenhuma!
E eles vêm, cheios de Amor, para erradicar as trevas ilusórias da morte em nós - e exaltar a Luz da Vida. E os seus olhos têm o brilho de zilhões de sóis juntos.
Eles vivem, amam, riem, brilham e seguem... Então, vamos fazer o mesmo.
Que, no lugar da tristeza, o Amor faça eclodir o brilho de zilhões de sóis em nossos olhos. E que tudo melhore, como deve ser.
Ah, eles estão aqui só por Amor.
Porque, eles vivem, eles vivem, eles vivem...
.
P.S.:
Que Amor é esse?...
Que passa por aqui como uma brisa sutil,
Inspirando os corações.
Que Amor é esse?...
Que toca a gente, em Espírito e Verdade?
Que a gente não entende, só sente...
Que Amor é esse?...
Que, invisivelmente, abraça a gente com tanta alegria.
Que faz a gente virar águia, voando na Luz...
Que Amor é esse?...
Que diz, dentro da gente,
Que tudo vale a pena quando a alma não é pequena.
Que Amor é esse?...
Que não se explica, só se sente...
Sim, só se sente.
.
(Dedicado àqueles que velam secretamente pelo Bem de todos os seres, na Terra, e além...)
Paz e Luz. 
 .
Wagner Borges 
(mestre de nada e discípulo de coisa alguma.)
.
.
Fonte: IPPB Yahoo Grupos  (01/092011)
.
- Notas:
Esse texto foi iniciado nos estúdios da Rádio Mundial - de São Paulo, 95,7 FM -, logo após uma gravacão do programa Viagem Espiritual. E foi completado, horas depois, um pouco antes do início de uma aula com a turma do curso Om Sattva, no IPPB. E eu agradeço às presenças espirituais que, mais uma vez, me inspiraram esses escritos. É sempre uma honra fazer parte de um trabalho de esclarecimento consciencial dessa natureza.Obs.: minha amiga Jaklin Ramos Kauffmen editou e postou esse texto - acompanhado de lindas imagens e música -, no youtube, no seguinte endereço específico: http://www.youtube.com/watch?v=33i9R7AlL0k - Fica aí uma ótima sugestão para enviar às pessoas que estão tristes pela perda de alguém querido. 
As três partes anteriores desse texto estão publicadas no meu livro: Falando de Vida Após a Morte, publicado pela Editora Madras, em 2004, mas, que está esgotado no momento. O mesmo será relançado em breve (pela Editora Luz da Serra).
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas e anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feeds transicionando