setembro 09, 2012

Seres Faróis - Autoria: Maria Cristina Tanajura

.

Seres Faróis
Autoria: Maria Cristina Tanajura
08/09/2012
 .
.
Estamos todos sempre nos relacionando, influenciando uns aos outros, queiramos ou não. Pelo exemplo, principalmente, mas também pelo que falamos. Na verdade, o Divino se expressa através de tudo e de todos à nossa volta. Um sorriso amigo, um abraço caloroso na hora certa, um telefonema carinhoso quando nos sentimos mais sós, um e-mail que nos relembra verdades naquele momento esquecidas. Enfim, não vivemos isolados, mesmo quando temos dificuldade de relacionamento. Cada dia mais próximos uns dos outros devido ao aumento da população e busca de espaço nas cidades, com a ajuda do desenvolvimento tecnológico assombroso, interagimos sempre, mesmo que disso não tenhamos sequer consciência.
Imersos num oceano de ideias e pensamentos, somos influenciados por eles, cada um em sua faixa vibratória, atraindo os seus afins. E à medida que nos modificamos com a própria vida, tudo isto vai se transformando, pouco a pouco. Antigas amizades como que se distanciam de nós e novas se iniciam. Num constante movimento de idas e vindas, que não se detém jamais.
Neste processo todo, sempre contínuo, há pessoas que nos acenam como verdadeiros faróis, tendo a condição de nos sinalizar o caminho mais seguro e correto a seguir. Vieram com esta missão e a cumprem mesmo sem perceber, embora sejam tão importantes para um grupo, maior ou menor. Acho que todos já vivemos esta experiência de ter conhecido e até se relacionado com professores que jamais conseguimos esquecer, nem sempre pelo conteúdo do que ensinavam, mas pela forma como o faziam... Pela maneira de nos tratar, de nos olhar, de nos respeitar - independente da idade que tínhamos na época.
Há os cientistas, os grandes músicos, os religiosos de diferentes crenças, familiares especiais que jamais serão esquecidos enquanto vivermos e sabemos que o faremos para sempre. Todos foram Luzes em nossos caminhos e nem sempre souberam que desempenharam este papel. Mostraram uma forma de viver mais amorosa, ou mais correta, ou mais sábia. Certamente, foram canais do divino enquanto por aqui estiveram e em nossas vidas desempenharam papel decisivo, muitas vezes nos ajudando a manter acesa a esperança em dias melhores.
Faróis iluminam a escuridão dos mares, dia e noite, sem cessar. São Luzes solitárias e não esmorecem, atuando principalmente nos dias difíceis de grandes tempestades.
Há no nosso mundo, hoje, muitas pessoas faróis - nem sempre desempenhando papéis de destaque no meio de tanta ilusão e de tantos desacertos. Podem sequer dizer frases inteligentes, mas certamente nos transmitem muita serenidade e a certeza de que podemos chegar a ter paz um dia.
Gratidão é o sentimento que me preenche, quando penso em todos os faróis que já encontrei em minha vida e para os quais peço as bênçãos do Pai, para que continuem brilhando as suas Luzes, sem jamais perderem o ânimo, pois precisamos muito deles.
Jesus foi o maior dos faróis que já nos visitaram aqui na Terra. Sua Luz continua a brilhar apesar dos desatinos, das guerras, dos equívocos praticados erroneamente em Seu nome. Peçamos sempre a Ele que não nos deixe relegados à escuridão reinante, mas que nos aponte o caminho mais sábio, sempre - e vamos em frente! Lembrando que somos referência para quem convive conosco - de uma forma mais ou menos marcante.
Nunca deixamos de influenciar o mundo ou de sermos influenciados por ele. E assim caminha a humanidade. Esperamos que dias mais claros estejam chegando e que homens e mulheres faróis sempre cruzem os espaços de todos nós, pois nos trazem a energia Divina e nos ensinam a viver.
.
.
Autoria: Maria Cristina Tanajura 
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas e anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Feeds transicionando